Notícias

Homem afirma ter sido atropelado após agressão de manifestante em ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro

Eduardo Debaco foi atingido por um carro em Ipanema, na zona sul da capital fluminense. A confusão teve início após ele criticar um grupo de apoiadores do voto impresso sem máscaras

Julia Kallembach, da BandNews FM 02/08/2021 • 09:12

Um homem afirma ter sido atropelado após uma agressão de um manifestante durante o protesto pró-governo Bolsonaro e pelo voto impresso, neste último domingo (01), na zona sul do Rio de Janeiro.

Eduardo Debaco gravou um vídeo no hospital, onde está internado com duas fraturas na perna. Ele conta que saiu de casa para correr, e encontrou um grupo de apoiadores sem máscaras, em Ipanema. 

Eduardo criticou as pessoas pela falta do equipamento de proteção, atribuindo a atitude ao fato de serem bolsonaristas. Ele disse que um dos manifestantes tentou agredi-lo duas vezes e o empurrou para o meio da rua, fazendo com que fosse atropelado. O motorista prestou socorro, e levou a vítima para o hospital.

O vídeo foi compartilhado pelo procurador da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ, Rodrigo Mondego, que vai prestar assistência jurídica à Eduardo. Neste domingo (01), apoiadores do presidente Jair Bolsonaro foram às ruas em atos a favor do voto impresso nas eleições de 2022, em 24 estados e no Distrito Federal.

  • atropelado
  • ato
  • Bolsonaro
  • Rio de Janeiro