Notícias

Jiboia foge de prédio e provoca pânico no bairro de Perdizes, em São Paulo

Tutora diz que animal é dócil e pede para quem encontrá-lo não matá-lo.

Da Redação 23/06/2022 • 12:00 - Atualizado em 23/06/2022 • 14:29
Jiboia subiu de terrário em prédio de Perdizes
Jiboia subiu de terrário em prédio de Perdizes
Reprodução/Instagram/Sylas Snake

Uma jiboia que era criada em cativeiro fugiu de um prédio no bairro de Perdizes, na zona oeste de São Paulo, e provocou pânico entre os moradores. 

A tutora da cobra postou em um grupo de moradores do bairro o sumiço de sua jiboia. “Se alguém encontrar uma cobra, me chama! Não matem, ela é dócil e não possui peçonha, não fará mal a ninguém".

Ela disse que a cobra, que ela chama de Sylas, era legalizada e convivia há três anos com um cão e um gato de estimação e nunca fez mal aos animais.

Diante da repercussão do caso, a tutora da jiboia disse que não quer dar entrevistas e retirou o post do Facebook.

No perfil que criou para a sua jiboia no Instagram, ela escreveu: “Bom dia, é com muita dor no coração que venho informar que o Sylas está desaparecido desde ontem. Na segunda-feira a noite, o vi antes de dormir e ontem pela manhã quando fui olhar novamente ele não estava em seu terrário e notei que a “portinha” onde se passa o fio da placa aquecida estava erguida e provavelmente saiu por lá”.

“Revirei a casa toda e não acredito que continue dentro do apartamento, já avisei a todos vizinhos sobre para que não façam mal caso o encontrem e me acionem. Não quero opiniões, nem críticas, só decidi avisar, porque sei que tem gente que o ama por aqui e é o mínimo que posso fazer. Estou desolada e não vou ficar respondendo comentários, nem nada.”

No grupo de moradores do bairro no Facebook, muita gente queria saber sobre o paradeiro da jiboia, que ainda não foi encontrada. “Tinha uma publicação ontem aqui no grupo, uma moça disse que a cobra dela tinha sumido.. agora fui procurar aqui essa publicação e apagaram. Alguém sabe se foi encontrada? Pessoal só estou perguntando porque minha mãe tem pavor e ela foi até dormir ontem com medo", escreveu uma moradora.