Primeiro Jornal

Homem morre baleado após assalto em ponto de ônibus em São Paulo

Ricardo Barros Arouche, de 38 anos, entregou o celular que trazia consigo, mas, mesmo assim, foi baleado fatalmente

Matheus Pastori e Mark Figueredo, no 1º Jornal 20/09/2021 • 06:42 - Atualizado em 20/09/2021 • 07:40

Um homem morreu baleado após ser assaltado em um ponto de ônibus na zona sul de São Paulo. O caso aconteceu por volta das 18h deste domingo (19), na Rua Vicente Strichalsky, região de Pedreira. 

De acordo com testemunhas, Ricardo Barros Arouche, de 38 anos, aguardava um ônibus para ir ao trabalho, como fazia a cada dois dias, sempre no mesmo horário. Ele trabalhava como porteiro. 

Em determinado momento, dois criminosos chegaram em uma moto. Um deles anunciou o assalto. O porteiro entregou o celular que trazia consigo, mas, mesmo assim, foi baleado fatalmente. A vítima foi atingida por ao menos um tiro no peito. 

Na sequência, os bandidos fugiram antes da chegada da polícia. O Resgate chegou a ser acionado, mas Ricardo morreu no local. 

Ricardo Barros Arouche faria aniversário nesta segunda-feira (20). Ele deixa mulher, duas filhas, de 13 e 9 anos. O caso foi registrado como latrocínio no 98º DP. 

  • latrocínio
  • São Paulo
  • homem
  • baleado
  • assalto
  • morto
  • São Paulo