Primeiro Jornal

Incêndio em centro de dependentes químicos deixa 11 mortos em Carazinho (RS)

O caso aconteceu por volta das 23h desta quinta-feira (23), na Rua Raymundo Martins Quadros

Aelson Santos Karina CordeiroEduardo Carvalho 24/06/2022 • 05:45 - Atualizado em 24/06/2022 • 11:58

Pelo menos 11 pessoas morreram durante incêndio no Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos (Cetrat) em Carazinho, no interior do Rio Grande do Sul. O caso aconteceu por volta das 23h desta quinta-feira (23), na Rua Raymundo Martins Quadros.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro viaturas da corporação foram ao local para apagar o fogo. No local dez vítimas morreram carbonizadas. Outras quatro pessoas foram socorridas ao Hospital de Caridade de Carazinho. Uma delas morreu na unidade de saúde e outras três seguem em estado estável. Um pessoa ainda segue desaparecida. O caso foi apresentado ao DP central de Carazinho.

Nota Instituto-Geral de Perícias do Rio Grande do Sul (IGPRS)

Duas equipes de perícia criminal do IGP estão trabalhando no local de incêndio em uma comunidade terapêutica em Carazinho, no noroeste do Estado, onde pelo menos onze pessoas morreram durante a madrugada. Todos os Postos Médicos-Legais da região foram acionados para a realização das necropsias e reconhecimento das vítimas. 

Nota Oficial Prefeitura de Santa Cruz do Sul (RS)

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul se solidariza com os familiares das vítimas do incêndio que atingiu o Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos de Carazinho (Cetrat), na noite desta quinta-feira (23). O Município está apurando mais informações, junto aos órgãos competentes, sobre a morte de dois santa-cruzenses em decorrência dessa tragédia.

A Administração Municipal ressalta que o encaminhamento de pacientes ao Cetrat é conduzido diretamente pelos familiares.

Neste momento de dor e consternação, a Prefeitura se coloca à disposição para atender os familiares das vítimas que residem no município. Nossa solidariedade a todos.