Primeiro Jornal

Milionária Anne Frigo tem prisão domiciliar concedida pela Justiça

Decisão aconteceu por questões de saúde; Anne passou recentemente por uma cirurgia para a retirada de um tumor na cabeça

Da Redação com Mark Figueredo, no 1º Jornal 23/11/2021 • 09:57 - Atualizado em 23/11/2021 • 11:56

A milionária Anne Frigo, de 46 anos, presa desde agosto apontada como mandante do homicídio do próprio namorado, teve a prisão domiciliar concedida e vai ficar presa no seu apartamento de 700 metros quadrados, em um bairro luxuoso da capital paulista.

A decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) aconteceu por questões de saúde. Anne passou recentemente por uma cirurgia para a retirada de um tumor na cabeça, onde permanece internada desde de 2 de outubro, em um hospital particular.

Anne vai seguir o tratamento em prisão domiciliar. Ainda de acordo com o TJ, ela não pode sair de casa sem autorização prévia da Justiça em caso de descumprimento ela volta para prisão comum. 

O crime 

A milionária é acusada de mandar matar o companheiro, Vitor Lúcio Jacinto. Segundo a investigação, Anne encomendou o assassinato de Vitor a um funcionário do casal, Carlos Alex Ribeiro de Souza, que recebeu R$ 200 mil para executar a vítima em junho.

Vitor foi encontrado morto no dia 18 de junho em uma área perto da represa de Guarapiranga, em São Paulo.

Dois dias antes, o corretor de imóveis Carlos Alex Ribeiro foi visto entrando no condomínio onde Vitor morava para buscá-lo. Os dois iriam, em tese, visitar terrenos, mas era uma armadilha. Segundo a investigação, Carlos havia sido contratado por Anne para matar o namorado dela.

“Ele simplesmente virou, pegou a arma e deu um tiro no Vitor com o carro em movimento”, descreveu a delegada Magali Celeghin Vaz. “Com uma mão só. O Vitor estava abaixado mexendo no celular. Ali, o Carlos pegou a pistola e deu um disparo.”

Depois do crime, segundo a Polícia Civil, Anne ainda ficou com o celular de Vitor e passou a mandar mensagens para ela mesma, para não levantar suspeitas. A empresária ainda comemorou o aniversário no dia 19 com as amigas.

Anne e Carlos acabaram presos no dia 29 de junho. Ele confessou o crime, mas disse que não recebeu a quantia combinada.

A empresária, formada em Direito, vem de família rica, dona de indústrias e proprietários no interior de São Paulo.