Primeiro Jornal

Preço dos combustíveis pode demorar 5 dias para cair após redução do ICMS em SP

Em São Paulo, a redução do ICMS foi de 25% para 18%, o que representa R$ 4 bilhões a menos nos cofres públicos

Da redação 28/06/2022 • 09:02 - Atualizado em 28/06/2022 • 09:55

Os preços dos combustíveis, em São Paulo, devem cair em até cinco dias, ou seja, a redução do ICMS (imposto estadual sobre bens e serviços) para 18% anunciada pelo governo estadual não será imediata. Os proprietários de postos alegam que ainda possuem estoques comprados com a alíquota antiga do tributo.

A mudança no percentual do ICMS de São Paulo sobre combustíveis acata a recente lei federal que limita o teto do imposto em até 18%. A medida visa reduzir o preço dos combustíveis nas bombas, dada a crise mundial do petróleo por conta da guerra na Ucrânia.

Em São Paulo, a redução foi de 25% para 18%, o que representa R$ 4 bilhões a menos nos cofres públicos. A média de preços atual é R$ 6,7, mas, caso os postos acompanhem o corte tributário, o valor mediano deve cair para R$ 6,5.

Enquanto alguns postos aguardam o fim do estoque para baixarem os preços, outros já fazem os descontos com vista à redução do governo de São Paulo. Na capital, há estabelecimentos que já cobram R$ 6,59 enquanto outros estão com preços na casa dos R$ 8.