Notícias

Tempestade Yakecan avança para o litoral de SP e RJ

Fenômeno, que causou estragos no Sul, perde força e começa a se afastar da costa brasileira

da Redação 19/05/2022 • 07:37
Tempestade Yakecan avança para o litoral de SP e RJ
Tempestade Yakecan avança para o litoral de SP e RJ
Reprodução/Climatempo

Depois de fazer as temperaturas despencarem e causar estragos na região Sul do país, a tempestade subtropical Yakecan avançou sobre o mar, nesta quinta-feira (19), em direção ao litoral do Sudeste, especialmente São Paulo e Rio de Janeiro

Segundo informações do Climatempo, a tempestade, considerada um ciclone no início desta semana, começou a se deslocar para alto-mar, afastando-se cada vez do Brasil. 

Durante o dia de hoje, no entanto, o Yakecan ainda pode provocar rajadas de vento entre 60 km/h e 90 km/h nos litorais paulista e fluminense.

Ciclone causa estragos

O ciclone subtropical Yakecan deixou 226 mil pessoas sem energia elétrica, causou destelhamentos e quedas de árvores no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Apesar disso, os danos são menores do que o esperado pelos especialistas. 

Vídeo: ciclone causa neve, chuva e vento forte no Sul

Alertas sobre os possíveis transtornos que a passagem do ciclone poderia causar foram emitidos nos três estados do Sul por institutos de meteorologia, Marinha, Defesas Civis e outros órgãos públicos.

Pescador morre

Em Porto Alegre, uma pessoa morreu em decorrência da tempestade. O pescador Ademar Silveira da Silva, de 51 anos, estava desaparecido desde segunda (16) após o barco em que estava virar durante um vendaval. O corpo foi localizado no Rio Guaíba, e a identificação foi confirmada na quarta (18) pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP). 

Ventania no Sudeste

Algumas partes da região Sudeste sentiram os efeitos do ciclone ainda no decorrer da semana. Ventos fortes foram registrados especialmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Na capital fluminense, um veleiro chegou a ser arrastado pela Baía de Guanabara.