Faustão na Band

O que é a dieta anti-inflamatória? Endocrinologista explica

Quer manter o bom funcionamento do intestino e o peso controlado? Veja como!

Da Redação 29/06/2022 • 21:52 - Atualizado em 29/06/2022 • 22:57

Entra ano, sai ano, dietas da moda dominam o imaginário popular. Como se manter em forma e com saúde de maneira saudável? O endocrinologista Filippo Pedrinola esteve esta semana no quadro Direto Com o Doutor para esclarecer dúvidas como essa.

“O melhor exemplo de uma boa dieta, é uma dieta anti-inflamatória”, revelou o especialista. Segundo ele, o corpo envelhece porque inflama. “Não é uma questão de custo?”, quis saber Faustão sobre incluir no cardápio diário alimentos mais ou menos acessíveis. 

“Não. A dieta mediterrânea, por exemplo, que é uma dieta típica do sul da Itália, é a mais aceita pelo corpo. Ela é baseada em frutas, verduras, legumes, proteínas, oleaginosas”, pontuou Pedrinola. De acordo com o profissional, estudos mostram que essa base alimentar faz com que o corpo adoeça menos.

“É a dieta da comida de verdade. Fugir dos alimentos ultraprocessados, descasque mais e desembale menos. O ideal é evitar alimentos cheios de conservantes, corante e afins, como os que vêm em caixinhas, por exemplo. Isso bagunça toda nossa flora intestinal”.

Ainda de acordo com o endocrinologista, as bactérias do intestino respondem a tudo que comemos e quando ingerimos alimentos que não são favoráveis ao corpo, elas respondem inflamando organismo. 

Para garantir o bom funcionamento do corpo, Filippo sugere evitar açúcares, excesso de farinha branca e frituras, entre outros. 

Quando o assunto é o jejum intermitente, Filippo explicou que é sabido que quem come menos, vive mais. Só que a pratica não é para todo mundo, pois há quem passe mal. “Quando você estressa o corpo até certo limite, ele acha bom, como o jejum de oito, dez horas, o organismo tem uma boa digestão.