Faustão na Band

Participantes de A Hora da Decisão se emocionam ao encontrar Faustão

Após se apresentarem na televisão pela primeira vez, seis candidatas da disputa descrevem o que sentiram

Da Redação 28/06/2022 • 20:55 - Atualizado em 28/06/2022 • 21:58
As candidatas expressaram suas emoções ao pisarem no palco
As candidatas expressaram suas emoções ao pisarem no palco
Renato Pizzuto / Band

Não há dúvidas de que os participantes de A Hora da Decisão precisam treinar bem as emoções para driblar o nervosismo e ter um bom desempenho durante as apresentações: para muitos deles, é a primeira vez que se apresentam para centenas de pessoas. Isso sem contar a presença das câmeras e, é claro, do apresentador Fausto Silva. 

Durante o programa desta terça-feira (28), no qual foram apresentadas seis novas candidatas, Faustão questionou as participantes sobre o que sentiram ao estrearem no palco. Veja as respostas: 

Lara Zuzarte

“Que emoção, meu Deus. Valeu a pena tudo”, resumiu. Quando questionada sobre o apoio da família, ela confessou: “Eu levei muito puxão na orelha. Meus pais diziam que eu não ia cantar enquanto não desse o diploma pra eles. Eu comecei a burlar a regra, mas deu certo”, brincou. Sobre a passagem no palco, ela garantiu: “A boca seca, o coração acelera, a gente respira fundo. A gente reza, passa do início tudo que viveu”. 

Thais Lemes

A cantora preferiu falar sobre o seu passado: “Sempre quis viver de música. O sertanejo é o ritmo forte na minha região”, disse. Thais negou que na sua família alguém também tenha seguido a carreira musical. “Pior que não, meu pai tenta, mas só tenta”, brincou. E garantiu ser eclética nos trabalhos: “Eu canto em barzinho, velório, festa particular, o que chamar”.  

Camila Caetano 

“Que prazer imenso, é um sonho. Valeu muito a pena ter vindo", afirmou. Sobre a experiência de encarar a plateia, ela foi sincera: “Parece que eu entrei no mar e não sei nadar, é muito difícil. Mas ver o carinho do público é um presente de Deus para nós”, refletiu. A cantora ainda recordou que iniciou no meio aos 15 anos, em uma banda de rock. “Mas quando eu caí no sertanejo, a paixão foi imediata. Aqui eu me descobri”. 

Mari Ribeiro

“Meu deus, tô muito feliz. Quando estava lá atrás, só pensava na minha família. Não fiquei nervosa não, estou tranquila”, garantiu. Em seguida, quis abraçar o apresentador. “Deixa eu te dar um abraço de novo? Muito obrigada pela oportunidade que você está dando para todos nós. Foi incrível”, disse.  

Kivia Pascoal

“Que emoção”, disse a cantora. Em seguida, revelou como se apaixonou pelo canto. “Não tem jeito, quando você gosta de música, pode ser o que for. Ela te chama de volta”, pontuou. Em seguida, recordou que seus pais ficavam preocupados com suas escolhas. “Eles diziam vai estudar, fazer faculdade”. Por fim, confessou a ansiedade. “Senti nervoso sim. Tô aqui me tremendo inteirinha. Mas muito obrigada, tô muito feliz, é um sonho realizado”. 

Mara Sampaio

“Que prazer imenso estar aqui no seu palco! Ver o balé, a banda. Eu tô encantada", afirmou. “Sempre cantei sertanejo, sempre tocou a minha alma. Fui incentivada pelo meu pai”, recordou.