Masterchef

Tiago é eliminado do MasterChef e leva bronca de Jacquin: "Filme de terror"

Pela segunda vez eliminado do MasterChef, Tiago diz ter deixado a cozinha em paz e com a certeza de que a decisão foi justa

Stefani Sousa 01/12/2021 • 00:46 - Atualizado em 01/12/2021 • 02:18
Tiago é eliminado do MasterChef e leva bronca de Jacquin
Tiago é eliminado do MasterChef e leva bronca de Jacquin
Carlos Reinis/Band

A segunda vez é sempre mais fácil? Não quando o assunto é dar adeus ao MasterChef Brasil. Disso Tiago, eliminado da semana, sabe bem. Após deixar a cozinha no 6º episódio, o comunicólogo enfrentou a repescagem, venceu (ao lado de Helena), voltou ao talent show como capitão e participou de outros 8 programas. A despedida, na noite desta terça-feira (30), em prova de gastronomia molecular, foi marcada por broncas de Jacquin, que comparou seu picadinho a um prato de halloween. 

É filme de terror? Eu imaginava um picadinho, mas o que é esse negócio? É Chernobyl?”, questionou o francês. “Nem sei como experimentar isso. Você acha moderno isso? Quando olho esse prato, parece que estou em outro mundo”, finalizou. Abalado com o resultado, mas otimista quanto ao futuro, Tiago falou com o Band.com ao término nas gravações.  

“Chegar nesse ponto do jogo e entregar uma receita em que eu não acredito é triste, mas eu saio leve porque foi justo. Falhei, podia ter resolvido o prato de outra forma, mas errei em um momento da prova onde eu não tive como voltar atrás”, reflete. O que ele teria mudado se pudesse? Sua reação perante o desafio: “Faria um prato em que eu confio mais e teria tido um pouquinho de calma”. 

Apaixonado por programas de gastronomia, o cozinheiro amador deixou o estúdio certo de que viveu a experiência como um todo. “Eu fiz questão de não segurar as minhas emoções, queria aproveitar o momento e sentir tudo, ficar nervoso, ansioso, feliz. Na minha cabeça, para estar no programa, eu deveria entregar aquilo que vem da alma: um bom prato de comida.” Profundo! 

Talvez por isso seu retorno após a repescagem tenha sido tão significativo. Junto com a alegria do retorno ele teve que lidar com a frustração do tempo perdido. “A minha segunda chance foi bem diferente. Eu estava confiante, mas me sentia atrás da turma por ter ficado alguns episódios fora.” Logo, o sentimento de estranheza passou e ele se tornou parte do grupo novamente. Aos poucos, venceu provas, foi elogiado pelos chefs e, por duas vezes, comandou provas como capitão. 

Decidido a viver o sonho da gastronomia, o brasiliense pediu demissão do emprego para se dedicar ao programa. Agora, espera colher bons frutos da decisão. “Para ser sincero, eu acho que tenho muitas histórias pra contar e pretendo continuar fazendo isso, é o meu sonho. Eu vou me entregar a toda essa oportunidade de exposição e tentar fazer disso uma carreira, seja com conteúdo ou com cozinha particular. Um dia, quero ter uma coisinha pra mim”, promete. 

Enquanto o momento não chega, ele garante que é nas redes sociais o lugar certo para encontrá-lo. “Espero que ainda tenha gente disposta a trocar ideia e conversar comigo. É esse o privilégio que o programa nos dá. Ele coloca um microfone, uma lapela por perto pra gente se expressar”, conclui. Partiu escutar o que ele tem pra falar? Boa sorte, Tiago! 

Saiba o que rolou no 22º episódio do MasterChef Brasil 

Adoçando a reta final  

Confeitaria brasileira e convidados estralados rechearam a cozinha do MasterChef Brasil na noite desta terça-feira (30). Cada celebridade levou à cozinha doces de uma região do país e a missão, dada aos participantes, de reproduzir a receita. Daphne, por ter vencido a prova eliminatória da semana anterior, decidiu o que cada um faria.  

Festa na cozinha 

No mezanino, Falcão, Dinho Ouro Preto, Lorena Simpson, Negra Li e Wanessa acompanharam tudo como em um camarote, vibrando, cantando e torcendo. Ao término de 1 hora e 30 minutos, Eduardo saiu campeão ao preparar uma torta de chocolate com castanhas e bacuri.  

O terror dos cozinheiros 

Assim que o tema da última prova foi anunciado, Kelyn, Isabella, Tiago e Daphne ficaram apavorados. Os participantes se assustaram com a notícia de que a prova de técnicas moleculares, assunto temido por todos, tinha enfim chegado.  

Trabalhando com detalhes 

Após uma aula da chef Angélica Vitali, em que 4 possibilidades foram apresentadas, Eduardo ganhou a missão de escolher qual delas cada cozinheiro receberia. No fim, Isabella ficou com esferificação básica, Daphne com gelificação, Tiago com espessamento e Kelyn com transglutaminase.  

O adeus de Tiago 

Pela segunda vez eliminado do MasterChef, Tiago se despediu da cozinha com o pior desempenho no desafio de eliminação. Daphne venceu a prova enquanto Isabella ficou em segundo lugar. Kelyn também ganhou uma nova chance. O cozinheiro recebeu duras críticas de Jacquin e Fogaça.