Fórmula 1

Hamilton diz que é preciso parar de dar espaço às "velhas vozes" da F1

Em coletiva para o GP da Inglaterra, britânico comenta caso de racismo protagonizado por Nelson Piquet

Da redação 30/06/2022 • 12:56 - Atualizado em 30/06/2022 • 13:29
Lewis Hamilton no GP da Inglaterra
Lewis Hamilton no GP da Inglaterra
F1

Após a polêmica que se viu envolvido ao ser chamado de “neguinho” por Nelson Piquet, Lewis Hamilton usou a coletiva de imprensa do GP da Inglaterra, nesta quinta-feira, para falar do assunto. O britânico disse não compreender por que “velhas vozes” com “narrativas arcaicas” ainda têm plataformas para disseminar discriminação. 

“Eu tenho vivido na ponta que recebe o racismo, críticas e toda essa negatividade e discriminação com narrativas arcaicas por bastante tempo. Então não é algo novo para mim. Mas eu não compreendo por que continuamos dando plataforma a essas velhas vozes. Porque eles usam o nosso esporte, mas nós estamos tentando ir para um lugar completamente diferente, então eles não nos representam enquanto esporte e onde queremos chegar”, diz. 

O heptacampeão também disse ter chegado a hora de palavras vazias na luta contra o racismo, apontando que é hora de ações reais começarem a ser tomadas para evitar a repetição desses casos. 

“Agora é a hora da ação de verdade. Precisamos começar a agir de verdade. E isso depende da F1, da mídia… temos de parar de dar plataformas a essas pessoas. Essas velhas vozes, de forma cosciente ou não, não concordam que pessoas como eu ou mulheres deveriam estar nesse esporte. Discriminação não é algo que devemos projetar e promover, muito menos dar plataformas para dividir as pessoas”, dispara. 

Pouco antes da declaração de Piquet, Sir Jackie Stewart deu uma declaração em que dizia que Hamilton deveria se aposentar no auge, apontando que o piloto seria bem sucedido em outros ramos, como música, moda e cultura. E nesta quinta-feira, Bernie Ecclestone saiu em defesa de Piquet pelo que foi dito sobre Hamilton. 

“Nas últimas semanas, acho que não teve um dia sem que alguém do passado, que não tem sido relevante no nosso esporte por décadas, tente falar algo negativo para me diminuir. Mas sigo aqui firme e forte”, desabafa Hamilton. 

Hamilton volta às pistas neste fim de semana diante da sua torcida para o GP da Inglaterra, exibido com exclusividade pelo Grupo Bandeirantes. Saiba como e onde assistir a todas as sessões.