Fórmula 1

F1: Reginaldo Leme explica para que servem as zebras e regra que decidiu corrida de abertura

No GP do Bahrein, Max Verstappen teve que devolver a primeira posição para Lewis Hamilton

Da Redação 08/04/2021 • 12:23 - Atualizado em 09/04/2021 • 09:35

Você sabe para que servem as zebras em uma pista de Fórmula 1? Especialista e com mais de 40 anos de cobertura de F1, Reginaldo Leme explicou a utilidade das zebras e falou sobre regra que definiu o Grande Prêmio do Bahrein.

“A zebra é uma limitação da pista. Mas é uma coisa que ajuda os pilotos, ela tem uma inclinação e o piloto sabe que ali ele vai estar em uma velocidade que não vai conseguir fazer uma curva e se manter em uma mesma reta como nós dentro do nosso carro de rua. Ele precisa daquela fuga, até para ganhar velocidade, e essa fuga está limitada pela zebra e a zebra inclinada bota o carro para dentro da pista de novo”, explicou Reginaldo Leme, que ainda disse que as zebras também podem prejudicar os carros e os pilotos.

“Hoje em dia, como os pilotos ultrapassam qualquer limite de pista, o que acontece é que a zebra, em algumas curvas e pistas, está sendo prejudicial para o carro. Por culpa dos pilotos, que passam por cima da zebra e as vezes pega o assoalho, danifica o carro”, afirmou o comentarista de automobilismo da Band.

Na corrida que abriu a temporada de 2021 da F1, um caso chamou muito a atenção de quem acompanhou o GP do Bahrein. Em uma corrida disputadíssima, o piloto Max Verstappen, da Red Bull Racing, ultrapassou o heptacampeão Lewis Hamilton a quatro voltas do fim, mas teve que devolver a posição para o piloto da Mercedes. Reginaldo Leme explica a regra.

“Diz o regulamento que o carro tem que andar dentro das duas linhas brancas desenhadas no asfalto. Tanto que, se você fizer uma ultrapassagem com as quatro rodas para fora dessa linha, essa ultrapassagem não valeu e você vai ter que devolver a posição e a zebra é a primeira coisa fora dessa linha branca. Então, você sair com duas rodas ali, tudo bem. Agora, se sair com quatro não pode”, explicou Reginaldo Leme

A próxima etapa da Fórmula 1 será na Itália, no Autódromo de Ímola, e a Band vai transmitir o classificatório e a corrida GP da Emilia Romagna, que acontecem nos dias 17 e 18 de abril, ambos às 10h.

  • Fórmula 1
  • F1
  • Reginaldo Leme