Notícias

Acidente deixa mulher morta e dez feridos na zona sul de São Paulo

O caso aconteceu na noite deste último sábado (04) no cruzamento da Avenida Jornalista Roberto Marinho com a Rua João Álvares Soares, no Campo Belo

Matheus Pastori, da TV Bandeirantes 05/09/2021 • 08:28 - Atualizado em 05/09/2021 • 11:59

Uma mulher, de 20 anos, morreu e outras dez pessoas ficaram feridas em capotamento de carros na zona sul de São Paulo. O caso aconteceu na noite deste último sábado (04) no cruzamento da Avenida Jornalista Roberto Marinho com a Rua João Álvares Soares, no Campo Belo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois carros capotaram no endereço. Os veículos colidiram no ponto de interseção das vias. 

O carro modelo Volkswagen Polo descia a avenida no sentido Marginal, já o Jeep atravessava a rua no sentido Centro. Em dado momento, o Polo bateu na lateral do Jeep, no lado do motorista, causando o acidente. Uma mulher, ocupante do Jeep, já foi encontrada sem vida pelas equipes de resgate.

Ao total, três homens, uma mulher e uma adolescente foram socorridos pelas quatro viaturas dos bombeiros empenhadas na ocorrência. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) socorreu outras quatro vítimas, cujas características não foram informadas, tampouco os locais aos quais elas foram encaminhadas.

Das pessoas socorridas pelo Corpo de Bombeiros, um homem, de 32 anos, sofreu trauma na cabeça e foi socorrido ao PS Campo Limpo. A adolescente, de 17 anos, teve escoriações no rosto e foi levada ao PS da Lapa. Uma mulher, desorientada, foi socorrida ao PS Saboya. Um jovem, de 21 anos, também feriu a cabeça e foi encaminhado ao Hospital Edmundo Vasconcelos

Um outro homem foi encontrado com escoriações no rosto e dores nas costas e foi levado à Santa Casa de Santo Amaro. Os bombeiros informaram que três das vítimas tiveram ferimentos leves. Uma foi encontrada em estado moderado. Já outra foi socorrida inconsciente. 

A Polícia Militar e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) foram acionadas para que o local seja isolado, de forma que a perícia seja feita e o corpo retirado. O caso deve ser registrado no 27º DP, responsável pela área.