Notícias

Alexandre de Moraes anula decisão que transformou Temer em réu na Lava Jato

Segundo ministro do STF, o tribunal do Rio não tem competência para julgar o caso, que vai ao DF

Da Redação, com BandNews FM 20/04/2021 • 21:48 - Atualizado em 21/04/2021 • 00:21
Temer é um dos acusados de corrupção e lavagem de dinheiro nas obras da usina nuclear de Angra 3
Temer é um dos acusados de corrupção e lavagem de dinheiro nas obras da usina nuclear de Angra 3
Cesar Itiberê/PR

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, anulou nesta terça-feira (20) as decisões da Justiça Federal do Rio na ação penal contra o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro Wellington Moreira Franco e outros seis denunciados na Operação Descontaminação. As informações são de Gabriela Morgado, da BandNews FM

Com isso, está suspensa a decisão do juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, que tornou Temer e Moreira Franco réus, acusados de corrupção e lavagem de dinheiro nas obras da usina nuclear de Angra 3, na Costa Verde Fluminense. 

Segundo Alexandre de Moraes, o tribunal do Rio não tem competência para julgar o caso, que será transferido da 7ª Vara Federal Criminal do estado para a Justiça do Distrito Federal. 

A medida atendeu a um pedido da defesa de Moreira Franco, que alegou que as denúncias têm relação com o processo que investiga o chamado "quadrilhão do PMDB", julgado no Distrito Federal. 

  • michel temer
  • moreira franco
  • lava jato