Notícias

Corpos de vítimas de queda de helicóptero em SP são retirados da mata

Helicóptero com quatro pessoas a bordo estava desaparecido desde o dia 31 de dezembro e foi localizado na última sexta, em Paraibuna, no interior de SP

Da Redação, com Rádio Bandeirantes

Corpos de vítimas de queda de helicóptero em SP são retirados da mata
Reprodução/PM

As equipes de resgate retiraram por terra, neste sábado (13), os corpos dos quatro ocupantes do helicóptero que caiu em uma área de mata em Paraibuna, no interior de São Paulo. A aeronave estava desaparecida desde o dia 31 de dezembro e foi encontrada nesta sexta-feira (12). 

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, a capitão Natália Giovanini, do Comando de Aviação, declarou que, durante à noite, os agentes que estavam envolvidos nas buscas abriram uma trilha até o topo da serra, onde o helicóptero foi localizado. As condições climáticas estão ruins na região. 

“A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros na cidade de Paraibuna/SP acabaram de retirar os quatro corpos do local do acidente, os quais serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML). Devido ao mau tempo, o deslocamento será terrestre”, informou a PM em comunicado. 

O aparelho foi localizado pelo Águia 24, da Polícia Militar (PM), depois de um trabalho de inteligência que delimitou uma área de 12 quilômetros quadrados a partir de informações de antenas de telefonia que captaram o sinal dos quatro telefones celulares dos ocupantes. Desde então, foram delimitados quadrantes para facilitar as buscas e o sobrevoo da área. 

A aeronave saiu do Campo de Marte, por volta de 13h15 do dia 31 de dezembro, com destino a Ilhabela, com um piloto e três passageiros. Além do piloto, estavam no helicóptero Luciana Rodzewics, de 45 anos; a filha dela, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos; e Rafael Torres, um amigo da família que fez o convite para o passeio. 

Equipes do Comando de Aviação da Polícia Militar, Comando de Policiamento do Interior 1, Corpo de Bombeiros, Instituto de Criminalística e CENIPA estão envolvidos no resgate e investigação da queda da aeronave. 

Devido à baixa visibilidade, os peritos iniciam o deslocamento até o local do acidente de forma terrestre nesta sexta-feira. As equipes desembarcam devidamente equipadas com ferramentas que oferecem todo o suporte necessário durante a missão.

Morte de piloto e passageiros

As equipes da Polícia Militar confirmaram hoje a morte do piloto e dos passageiros do helicóptero que desapareceu em São Paulo no final do ano passado. Após uma semana de intensas buscas, a localização da aeronave, um Robinson 44 (cinza e preto), prefixo PRHDB, foi encontrada nesta sexta-feira (12).

O helicóptero foi descoberto em uma área de mata na cidade de Paraibuna, próxima ao km 54 da Rodovia dos Tamoios. As vítimas foram identificadas como Luciana Rodzewics, sua filha Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, o amigo da família Rafael Torres e o piloto Cassiano Tete. 

O desaparecimento ocorreu aproximadamente duas horas após a decolagem, com o último contato do piloto registrado enquanto sobrevoava a cidade de Caraguatatuba. Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto enviou mensagens ao namorado alertando sobre as condições climáticas adversas, mencionando neblina e baixa visibilidade.

As autoridades continuarão as investigações para esclarecer as circunstâncias do acidente e as causas que levaram ao desaparecimento da aeronave. A equipe de Jacareí utilizará o Instituto Médico Legal (IML) de São José dos Campos para a análise dos corpos, buscando trazer respostas às famílias e comunidade.

Helicóptero encontrado em Paraibuna

O helicóptero que estava desaparecido em SP desde o fim do ano foi encontrado na manhã desta sexta-feira (12/01) em uma área de mata na cidade de Paraibuna - SP na altura do km 54 da Rodovia dos Tamoios. Após horas de voo em busca do helicóptero e esforços da FAB (Força Aérea Brasileira) e da Polícia Militar, o Águia24 da PMSP localizou a aeronave. A Defesa Civil confirmou a informação.

Vítimas da queda do helicóptero em Paraibuna

  • Luciana Rodzewics, de 45 anos;
  • Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos (filha de Luciana);
  • Raphael Torres, 41 anos (amigo de Luciana e Letícia);
  • Cassiano Tete Teodoro, de 44 anos (o piloto).

Helicóptero desaparecido 

31 de Dezembro de 2023:

- No início da tarde, o helicóptero decolou do Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Ilhabela, no litoral norte. O desaparecimento ocorreu aproximadamente duas horas depois.

- O último contato com a torre de controle foi por volta das 13h10, sobrevoando Caraguatatuba.

- O helicóptero, identificado como PRHDB, modelo Robinson 44 (cinza e preto), tinha situação regularizada, conforme informações da ANAC.

- Os ocupantes eram Luciana Rodzewics, sua filha Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, o amigo da família Rafael Torres e o piloto, cujo nome não foi divulgado. Letícia alertou sobre as más condições climáticas antes do desaparecimento.

6 de Janeiro de 2024

- Um grupo de voluntários de São José dos Campos descobre uma área queimada próxima à represa em Paraibuna durante uma operação com drones. A área coincide com uma foto enviada por uma passageira, indicando um possível pouso forçado.

- A equipe, composta por especialistas em drones e pilotos, informa a descoberta à polícia, que intensifica as investigações.

12 de Janeiro de 2024:

- O helicóptero desaparecido é encontrado em uma área de mata na cidade de Paraibuna, próximo ao km 54 da Rodovia dos Tamoios.

- A descoberta é resultado de mais de 130 horas de voo das aeronaves da FAB e esforços da Polícia Militar, com o Águia24 localizando a aeronave.

- As autoridades continuarão as investigações para determinar as circunstâncias do pouso forçado e esclarecer os eventos que levaram ao desaparecimento do helicóptero.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais