Notícias

Papa Francisco lamenta morte de Dom Hummes e relembra conversa com brasileiro

Segundo o papa Francisco, o cardeal Cláudio Hummes disse para a maior autoridade do Vaticano não se esquecer dos pobres

Édrian Santos 05/07/2022 • 10:11
Papa Francisco lamenta morte de Dom Cláudio Hummes
Papa Francisco lamenta morte de Dom Cláudio Hummes
Reprodução

O papa Francisco assinou um telegrama enviado para o arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, para lamentar a morte do cardeal Cláudio Hummes, vítima de câncer no pulmão. O texto destaca a gratidão da maior autoridade da Igreja Católica ao religioso brasileiro. 

“Minhas preces são também de gratidão a Deus pelos longos anos de seu dedicado e zeloso serviço, sempre pautado pelos valores evangélicos, à Santa Mãe Igreja, nos diversos encargos pastorais que lhe foram confiados tanto no Brasil como na Cúria Romana, e por seu empenho em anos recentes pela Igreja que caminha na Amazônia”, disse Francisco.

O papa também se lembrou de conversa que teve com Dom Hummes em 2013, quando o brasileiro disse para Francisco não se esquecer dos pobres. A troca de palavras entre ambos aconteceu no dia da eleição do argentino para o mais alto cargo da Igreja Católica Apostólica Romana.

A morte de Cláudio Hummes foi confirmada na última segunda-feira (04). O corpo foi velado na Catedral Metropolitana de São Paulo, onde foram celebradas missas em diversos horários.

Atuação do cardeal

Nascido em Salvador do Sul (RS), em 08.08.1934, entrou na vida religiosa da Ordem Franciscana dos Frades Menores; recebeu a ordenação sacerdotal em 3 de agosto de 1958. Ele também foi bispo diocesano de Santo André (SP), arcebispo de Fortaleza e arcebispo de São Paulo.

Hummes também trabalhou ao lado do papa Bento XVI, em Roma, como prefeito da Congregação para o Clero, de 2006 a 2011. De volta ao Brasil, ocupou a função de presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB, e da recém-criada Conferência Eclesial da Amazônia (Ceama).

Leia o telegrama do papa Francisco na íntegra

Venerável irmão

Dom ódio Pedro card. Scherer

Arcebispo metropolitano de São Paulo

Tendo recebido com profundo pesar a notícia do falecimento do eminentíssimo cardeal Cláudio Hummes, o.f.m., seu antecessor na condução pastoral da dileta Arquidiocese de São Paulo, quero assegurar-lhe dos sufrágios que elevo ao Altíssimo pelo eterno descanso deste querido irmão. Minhas preces são também de gratidão a Deus pelos longos anos de seu dedicado e zeloso serviço, sempre pautado pelos valores evangélicos, à Santa Mãe Igreja nos diversos encargos pastorais que lhe foram confiados tanto no Brasil como na Cúria Romana, e por seu empenho em anos recentes pela Igreja que caminha na Amazônia. Trago sempre vivas na memória as palavras que Dom Cláudio me disse no dia 13 de março de 2013, pedindo-me que não me esquecesse dos pobres. Como penhor de consolação e de esperança na vida eterna, envio a vossa eminência e a todos os que se unem em oração para as exéquias do cardeal Hummes, a bênção apostólica.

Franciscus PP.