Notícias

Polícia volta a avistar serial killer Lázaro e atua em novo cerco

Criminoso tem grandes chances de estar ferido. Policiais atuarão durante a madrugada na região

Da Redação, com BandNews TV e Band Notícias 18/06/2021 • 22:33 - Atualizado em 18/06/2021 • 22:49

A polícia aperta o cerco em um local onde estaria Lázaro Barbosa. Apesar de o secretário de segurança pública de Goiás não confirmar qualquer informação, repórteres da equipe do Brasil Urgente seguiram um comboio policial e mostraram o perímetro feito em uma chácara na região de Cocalzinho de Goiás. As informações são de Erick Mota, no BandNews TV.

O serial killer está no local, de acordo com informações de moradores da região e de policiais que participam da operação, que mobilizou quase 300 agentes. Porém, não terão mais o auxílio da Força Nacional.

O secretário Rodney Miranda disse mais cedo que os policiais chegaram a ficar a cerca de 1km de Lázaro, que foi avistado, mas fugiu.

Não há confirmação se nesse local em que o maníaco se encontra há vítimas ou reféns. A região tem grande registro de voos de helicópteros e cerco de equipes por terra, que usam óculos com visor noturno e drones na busca pelo criminoso.

Lázaro tem grandes chances de estar ferido, já que foi encontrado na última quinta (17) um pedaço de tecido com sangue, que ele pode ter utilizado como torniquete para estancar um ferimento.

A polícia encontrou nesta sexta-feira (18), o 10º dia de buscas pelo serial killer Lázaro Barbosa uma carta em um esconderijo que pode ter sido usado pelo criminoso, suspeito de ter matado quatro pessoas da mesma família na última semana, em Ceilândia (DF). 

Escrita à mão, a carta possui um trecho retirado do livro “O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel”, de J.R.R. Tolkien, que diz: “Muitos que vivem merecem morrer” e “alguns que morrem merece viver”. Em outro trecho, afirma que “há outras forças agindo neste mundo além da vontade do mal”.

Lázaro Barbosa de Souza está sendo procurado pela polícia desde o dia 9 de junho por matar quatro pessoas da mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal. Durante a fuga, ele já invadiu 11 chácaras, atirou em 3 pessoas, colocou fogo em casas e roubou carros. Sempre armado, o serial killer, que era mototaxista, roubava vizinhos e abusava de mulheres. 

Além dos crimes recentes no DF e Goiás, ele responde por homicídio na Bahia, onde tem um mandado de prisão decorrente de uma condenação por estupro e roubo com arma de fogo em Brasília, além da suspeita de um ataque com golpes de machado na cabeça de idosos em Goiás. Ele já foi preso, mas fugiu.

Buscas por homem que matou família chegam ao 10º dia; assista

  • lázaro barbosa
  • serial killer do DF
  • polícia