Especialistas alertam para um aumento dos casos de miopia em crianças

Conselho Brasileiro de Oftalmologia tem observado um crescimento de 70%.

Da Redação

Criança pequena experimentado um óculos de grau.
Criança pequena experimentado um óculos de grau.
iStock

Com a volta às aulas, especialistas alertam para um aumento dos casos de miopia entre crianças e adolescentes.

Desde o início de 2020, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia tem observado um crescimento no número de registros - alta de 70%.

O distúrbio atrapalha a visão à distância e está relacionado à alta da exposição às telas de eletrônicos, como celulares, tablets e computadores.

Para enxergar esses equipamentos de perto, a musculatura ocular é forçada, o que a sobrecarrega e provoca a miopia.

No ambiente escolar, muitos estudantes acabam descobrindo a condição.

É recomendado às crianças e bebês passar por exames oculares pelo menos uma vez ao ano.

Mesmo assim, 80% dos pequenos com idade escolar nunca fizeram uma avaliação oftalmológica.

A oftalmopediatra Carla Cordeiro Vita alerta também para a importância de se reduzir o tempo de exposição às telas.

A especialista ressalta que quanto mais cedo a miopia for identificada, menores serão as chances de o paciente desenvolver outras doenças oculares, como a catarata.