Haddad defende criação de imposto global para "super-ricos"

Da Redação

Ministro da Fazenda Fernando Haddad
Ministro da Fazenda Fernando Haddad
Divulgação/PT

O ministro da Fazenda defende união internacional para criação de um imposto global para os "super-ricos". A declaração de Fernando Haddad foi feita na abertura da reunião de ministros de finanças do G-20, em São Paulo.

Diagnosticado com Covid-19, o chefe da equipe econômica do governo participou da conferência por vídeo. Haddad defendeu as prioridades do Brasil que, pela primeira vez, ocupa a presidência do grupo que reúne as maiores economias do mundo.

Entre as propostas está uma aliança do mundo contra a fome, pobreza e as mudanças climáticas. No encontro, a secretária do Tesouro dos Estados Unidos disse que o Brasil está bem posicionado para o processo de redução de emissão de carbono.

A reunião de ministros de finanças e presidentes dos Bancos Centrais do G20 termina hoje em São Paulo.