PF deve ouvir hoje depoimento de Bolsonaro sobre tentativa de golpe

Da Redação

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Alan Santos/PR

A Polícia Federal deve ouvir hoje o depoimento do ex-presidente Jair Bolsonaro sobre uma suposta tentativa de golpe de Estado. A sessão está marcada para as duas e meia da tarde, no horário de Brasília, na sede da PF na capital federal.

Em entrevista a uma rádio do Recife, o ex-presidente afirmou que só vai responder às perguntas dos delegados se a defesa tiver acesso completo ao inquérito. O ministro do Supremo Alexandre de Moraes, no entanto, alega que os advogados já têm todas as informações disponibilizadas aos investigados.

O magistrado negou todos os pedidos da defesa de Bolsonaro para adiar o depoimento. Além ele, a PF intimou outros dez investigados na operação Tempus Veritatis.

Na lista estão os generais e ex-ministros Braga Netto, Augusto Heleno e Paulo Sérgio Nogueira; o almirante e ex-comandante da Marinha Almir Garnier; E também o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, além do ex-titular da Justiça Anderson Torres.

Todos serão interrogados simultaneamente para dificultar a combinação de versões. Os peritos encontraram no celular de Torres um material em que ele afirma, diante da possibilidade de golpe, que "a hora de atuar é agora".

O general Braga Netto, por sua vez, será questionado sobre mensagens em que sugeriria a continuidade de Bolsonaro no poder. E também sobre o suposto uso dos chamados "kids pretos", integrantes do Batalhão de Operações Especiais do Exército para dar força aos ataques de 8 de janeiro.