Notícias

Jacquin conta como ter falido seu restaurante o ajudou em Pesadelo na Cozinha

Chef francês explica que a experiência negativa com o La Brasserie foi a pior fase da sua vida, mas que deu a volta por cima

Da Redação 15/04/2021 • 01:00

Erick Jacquin se depara com vários motivos que levam um restaurante ao fracasso em Pesadelo na Cozinha. Falta de organização financeira, funcionários pouco experientes, pouco profissionalismo dos donos, comida ruim e até mesmo sujeira. O chef francês não pensa duas vezes antes de apontar os erros dos proprietários e faz questão de dizer que já viveu uma experiência parecida. 

Em 2013, um ano antes da sua estreia na TV, em MasterChef, ele precisou fechar as portas. “Quando eu comecei a fazer esse programa muita gente falou ‘como ele vai ajudar os outros se já tem uma experiência negativa? Como ele vai falar para os outros se já fez errado?’ E eu falei que é muito mais fácil ajudar os outros quando você já sabe o que não pode fazer”, conta ao falar do seu antigo restaurante, La Brasserie.

Com as contas no vermelho, ele preferiu fechar o estabelecimento antes que a qualidade caísse, mas essa foi uma decisão dolorosa. “Foi a fase mais difícil da minha vida, muito complicada, mas já era. Já foi. Já tá resolvido. Foi a faculdade mais cara da minha vida. Aprendi muito o que não posso fazer, o que devo fazer e como se faz. E por isso que hoje posso falar para os outros como é”, explica.

Logo depois de tudo aconteceu, Jacquin prometeu a si mesmo que nunca mais abriria um restaurante e deu algumas entrevistas com essa afirmação. Passados alguns anos, depois que a poeira baixou, o chef mudou de ideia e entendeu que, apesar do La Brasserie ter sido fechado, seu amor pela cozinha seguia firme e forte.

“Eu já não quis saber de restaurante, falei que nunca mais ia abrir um restaurante, mas abri. Porque acho que é a coisa mais linda do mundo, que eu amo, que eu gosto de fazer. Eu fiz, eu abri e não me arrependo de nada. O mais importante é não se arrepender. Para tudo o que a gente faz, não pode se arrepender. É como o amor. A gente deve ir em frente e fazer. Ponto final!”, afirma.

Com a exposição na mídia e a ajuda de alguns amigos, Jacquin se reergueu profissionalmente e hoje comanda os restaurantes Président, Le Bife e Ça-Va, além de três programas na televisão: MasterChef, Pesadelo na Cozinha e Minha Receita. “Eu poderia ir embora, poderia fugir, poderia não pagar ninguém, mas não fiz isso. Escolhi o contrário. Eu fiquei, eu paguei e coloquei a cabeça para cima. Dei uma bela volta por cima.”