Notícias

Corpo de Dom Phillips é cremado no Rio de Janeiro

Viúva do jornalista agradeceu a todos que participaram das buscas pelo marido e pelo indigenista Bruno Pereira

Redação, com BandNews 26/06/2022 • 14:06 - Atualizado em 26/06/2022 • 14:23

O corpo do jornalista inglês Dom Phillips, assassinado no Vale do Javari, no Amazonas, foi velado na manhã deste domingo (26) no Cemitério Parque da Colina, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Em seguida, por volta do meio-dia, ele foi cremado.  

A viúva de Dom, Alessandra Sampaio, agradeceu a todos que participaram das buscas pelo marido e pelo indigenista Bruno Pereira. Ela ressaltou que a família seguirá atenta a todos os desdobramentos das investigações.

“Dom era uma pessoa muito especial, não apenas pro defender aquilo que acreditava como profissional, mas também por ter um coração enorme e um grande amor pela humanidade. Vamos celebrar a doce memória de Dom e sua presença em nossas vidas."

Alessandra acrescentou: “Pedimos a gentileza de todos para vivermos um tempo de paz, para podermos lidar com o luto e a perda de nosso grande amor Dom. Seguiremos atentos a todos os desdobramentos das investigações exigindo Justiça no significado mais abrangente do termo".

Durante o velório, ela pediu mais segurança para os defensores do meio ambiente para que as famílias deles não passem pela perda que ela e os parentes do indigenista Bruno Pereira estão passando.

“Renovamos nossa luta para que nossa dor e a da família de Bruno Pereira não se repitam, como também a das famílias de outros jornalistas e defensores do meio ambiente que seguem em risco. Descansem em paz, Bruno e Dom”, completou. 

Alessandra Sampaio também fez questão de dizer que Dom está sendo cremado no país que amava, pelo qual lutou e que escolheu para viver.