Notícias

'Diário de Guerra' mostra invasão russa na Ucrânia pelo olhar de Yan Boechat

Especial completo será exibido na Band nesta segunda-feira; assista abaixo uma amostra do especial

Da Redação 19/03/2022 • 14:53 - Atualizado em 21/03/2022 • 07:59

Bombardeios, destruição e o sofrimento de uma população que tenta deixar para trás os horrores de uma guerra. Na Ucrânia desde o início da invasão russa ao país, o enviado especial da Band Yan Boechat tem registrado imagens que já fazem parte da história e podem ser vistas no especial ‘Diário de Guerra’, que irá ao ar nesta segunda-feira (21), logo depois do programa ‘1001 Perguntas’.

O especial mostra a escalada da guerra diante do olhar de Yan Boechat, que chegou à Ucrânia quando a invasão russa ainda não passava de uma ameaça de Vladimir Putin.

Neste período,  a guerra nem tinha começado e Yan teve que se proteger em um bunker diante bombardeios de grupos separatistas russos no leste da Ucrânia. Foi a primeira de muitas vezes que o jornalista precisou buscar abrigo.

Quando Putin ordenou a invasão militar, no dia 24 de fevereiro, Yan estava a apenas 30 km da fronteira na Rússia, em Kharkiv.  Em meio a estrondos, o enviado viajou para o oeste do país e presenciou a corrida de ucranianos a bancos e supermercados.

No dia seguinte, Yan Boechat chegou a Kiev e presenciou a tensão na capital em meio ao cerco russo. Na ocasião, em suas palavras, o local parecia uma cidade fantasma.

Desde então, Yan passou por diversos lugares da Ucrânia em meio a bombardeios, destruição e desespero, sempre documentando o pesadelo da guerra em boletins para a Band. Foram mais de 5 mil km percorridos entre os extremos do país.  

Em Diário de Guerra, os relatos e imagens Yan Boechat documentam uma história contada direto do front, com a urgência que uma guerra destas proporções exige.