Notícias

Dona do Dedo De La Chica diz que reforma feita pelo Pesadelo 'não agradou'

Aline, proprietária do Dedo De La Chica, revela que o restaurante ‘deslanchou’ na pandemia e afirma ter demitido toda equipe do episódio

Da Redação, com Pesadelo na Cozinha 25/06/2022 • 12:47 - Atualizado em 27/06/2022 • 10:35

Diretamente da 1° temporada, o ‘A Conta Chegou’ desta semana mostra como está hoje em dia o único restaurante mexicano que passou pelo Pesadelo na Cozinha: o Dedo De La Chica. Para entender o que mudou, o que ficou e quais foram os maiores desafios do estabelecimento desde a passagem do chef Érick Jacquin, Fábio, do Pé de Fava, conversou com a proprietária Aline e trouxe uma informação inédita: a participante não gostou de nenhuma modificação feita pela produção: “Tudo que o programa mudou, não me agradou”. Assista acima! 

Após Pesadelo na Cozinha, Aline conta que toda reforma e decoração voltaram a ser como era antes do programa: “A decoração toda voltou como era anteriormente, tudo que o programa mudou, não me agradou. Na cozinha eles [a produção] mudaram pontos que foram favoráveis, mas nada de extraordinário. E na pandemia, sim, fiz uma cozinha gigante e profissional. Hoje eu tenho uma cozinha sensacional”. 

A participante comenta que a reforma na cozinha, depois do programa, foi essencial para que o estabelecimento conseguisse dar conta das demandas por delivery: “Hoje, a cozinha está no local onde, no episódio, aparece o Lauro [ex-sócio e marido] descendo as escadas de toalha (...), eu ocupei esse espaço porque o meu delivery vende muito”

Diferentemente dos outros estabelecimentos que passaram pelo Pesadelo, o Dedo De La Chica conseguiu ‘deslanchar’ durante a pandemia: “Eu já vinha há um tempo trabalhando com as entregas, já vendia bacana. E na pandemia foi a resposta, uma deslanchada total”, ressalta Aline. 

Aline comenta que toda equipe – que estava nas gravações do episódio – foi demitida: “Não tenho mais ninguém. Tenho muita gratidão de ter tido funcionários fieis e dedicados. Mas eu estava com planos de mudar. Depois da pandemia, dispensei toda equipe no mesmo momento”. 

A demissão em massa, de acordo com Aline, aconteceu para que o Dedo De La Chica pudesse deixar para trás vícios – da equipe - que tornavam o estabelecimento amador. Olhar para o futuro com uma perspectiva mais profissional foi o grande legado deixado pelo chef Jacquin: “Rever todas as minhas fichas técnicas, deixar a coisa mais profissional e olhar de um jeito profissional para o negócio, esse foi o maior legado deixado pelo programa”.