Notícias

Marco deixa Hero’s Burger para assumir restaurante no Tatuapé: “Novas experiências”

Vinícius de Melo 01/03/2021 • 20:24 - Atualizado em 01/03/2021 • 20:57
Marco Ungaro comandava a cozinha do Hero's Burger
Marco Ungaro comandava a cozinha do Hero's Burger
Carlos Reinis/Band

Para comandar o Hero’s Burger, a proprietária Sibele Soglia podia contar com um chef para garantir a qualidade do que seria servido aos cozinheiros: Marco Ungaro. O profissional era a mente e coração da cozinha, que tinha alguns problemas de estrutura e de processo. Durante dois anos, ele continuou à frente da hamburgueria e recebeu muitos fãs do Pesadelo na Cozinha por lá.

“Foi uma boa repercussão, ajudou bastante no movimento e a consolidar o nome do restaurante. Reconheciam bastante a gente, chamavam para tirar foto, fazer evento, ir a festas, presença na balada. Alguns não aceitava por causa do tempo, era complicado, muito trabalho”, contou em entrevista ao Portal da Band.

Para o chef de cozinha, o grande ensinamento do programa foi dar valor ao próprio trabalho. “Já para o Hero’s foi o trabalho em equipe. Ajudou a trabalhar melhor em equipe”, disse. Inclusive foi a união do grupo que fez eles sobreviverem aos desafios devido às restrições da pandemia.

“A pandemia deu uma quebrada, né? Atrapalhou bastante. A gente estava vendo uns três ou quatro lugares [para abrir franquia], mas com a pandemia não teve como. Foi melhor guardar o dinheiro para manter o principal do que tentar outra coisa”, explicou.

Depois dessa jornada, Marco está pronto para alçar novos voos. “Sou formando em Gastronomia e cozinho desde os 14 anos. Comando cozinha há quase 15 anos. Então, tenho uma experiência bacana. E como eu pretendo abrir uma coisa minha, eu estava querendo pegar novas experiências, diferentes. Recebi algumas propostas no Tatuapé e a gente ainda está montando. Vou comandar a cozinha e ajudar a dar uma gerenciada”, disse.

Segundo o chef, o restaurante será de “culinária francesa com uma pegada autoral” e ele garante que o cardápio será aprovado por Jacquin. “Acho que ele vai gostar. Lá no Hero’s estava difícil porque não tínhamos o equipamento certo. A cozinha não estava bem, então não dava para fazer um trabalho bacana”, explicou. E a briga entre os dois? Ficou no passado. “Eu não entendi nada o que ele falou, foi bem difícil”, disse aos risos.

Planos para o futuro

Marco ainda não sabe quando, mas o restaurante no Tatuapé não deve ser sua última parada. “Quero abrir um estabelecimento lá no interior, em Baú ou Jaú, para ficar perto da família. Eu queria fazer algo no estilo do deBetti, um quintalzão com grelhados. Sou bastante conhecido no interior por causa da culinária texana que eu fazia”, disse.

E, segundo o chef de cozinha, a experiência em Pesadelo na Cozinha ajuda em todas as frentes. “Quando descobriram que eu saí do Hero’s, já pediram para mim abrir [um restaurante] no interior. Sò que ainda não dá. Ainda não é bom abrir agora”, afirmou. 

  • pesadelo na cozinha
  • marco ungaro
  • hero's burger
  • novo restaurante