Notícias

'Modo ladrão': saiba como funcionará recurso do Google contra roubo de celulares

Usuários de Android ganharão uma camada a mais de proteção dos dados em caso de furtos ou assaltos

Luciano Dias

Os casos de roubos e furtos de celulares no Brasil se repetem diariamente. A cada minuto, dois celulares são roubados ou furtados no país, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Pensando nisso, o Google anunciou que irá iniciar testes do 'modo ladrão' para minimizar as dores de cabeça com perdas de dados ou até de dinheiro após o roubo dos aparelhos. 

Agora, aparelhos Android no Brasil a partir de julho serão os primeiros a testar a tecnologia, que terá auxílio da Inteligência Artificial. Em caso de roubo ou furto, a tela será bloqueada automaticamente quando houver detecção de movimento que sugira furto ou roubo. É o que explica o engenheiro de software do Google, Bruno Diniz. 

"Uma vez que o furto acontece, normalmente o celular é tirado de forma violenta minha mão e há uma fuga. Esse padrão, o algoritmo de inteligência artificial vai tentar prever. Ele vai travar a tela desse dispositivo. Então aí já tem uma primeira camada de proteção", pontua. 

Para os usuários, a novidade é mais uma defesa contra os ladrões. "Mais um mecanismo que a população tem para se defender das pessoas que tentam roubar, furtar os aparelhos", diz o funcionário público Rafael Lage. 

Outros recursos do Google vão proteger o usuário de Android

A inteligência artificial do Google também poderá reconhecer sinais que o dispositivo pode estar na mão de criminosos, como quando há tentativas excessivas de autenticação com falha. Nesse caso, o celular também será bloqueado automaticamente. 

Além deste recurso, uma nova função de bloqueio remoto também foi anunciada pelo Google. Atualmente, os usuários podem bloquear ou limpar um telefone perdido ou roubado pelo Encontre Meu Dispositivo, mas, a partir de julho, o usuário poderá bloquear a tela do celular apenas com o número de telefone, usando qualquer outro dispositivo. Assim, o usuário poderá ganhar tempo para recuperar detalhes da conta e até acessar a opção de limpar o dispositivo roubado. 

O terceiro recurso anunciado é o Bloqueio de Dispositivo Off-line, que poderá ser usado caso o ladrão tente desconectar o telefone por longos períodos de tempo. O sistema bloqueia automaticamente a tela para ajudar a proteger os dados, mesmo quando o dispositivo está fora de rede. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais