Masterchef

Eliminado do MasterChef, André diz que recusaria ser salvo mais uma vez pelo mezanino: “Não devo estar aqui"

Muito querido entre os colegas de confinamento, cozinheiro amador deixou a competição no 9º episódio da temporada, após prova do cuscuz; veja entrevista completa:

Stefani Sousa 01/09/2021 • 00:39 - Atualizado em 01/09/2021 • 01:15
André é o 9º eliminado do MasterChef Brasil
André é o 9º eliminado do MasterChef Brasil
Carlos Reinis/Band

Fim de jogo para André, 32 anos, o nono participante a deixar a cozinha do MasterChef Brasil 2021. Eliminado na noite desta terça-feira, dia 31, o empresário errou ao preparar um cuscuz que, segundo os jurados, deixou a desejar na consistência. De acordo com eles, faltou hidratar a mistura, deixar mais tempo no vapor e temperar. Além disso, o cozimento do frango não era dos melhores e sobrou gordura no molho. No fim, não teve jeito! Em embate com Amanda, o cozinheiro amador, que já havia sido destaque negativo, levou a pior.  

Ao término das gravações, o paulistano conversou com o Band.com e relembrou a experiência de ter sido salvo duas vezes pelo mezanino durante a competição. No 5º episódio, foi o escolhido após a prova de reprodução do chef Henrique Fogaça. Algumas semanas depois, na eliminação do 8º episódio, foi salvo dos destaques negativos do Baked Alaska. Embora grato, André diz que recusaria uma possível 3ª interferência dos colegas. “Eu estava ensaiando como dizer para o pessoal. Não que eu não quisesse estar no programa, porque eu quero e muito, mas não queria ficar sempre sendo salvo e fraco. Se esse é o caso, realmente não devo mais estar aqui”, lamenta.  

Você entra aqui e se acha bom, mas logo vê que todo mundo é


Com muitas provas no currículo e críticas recorrentes dos jurados, o participante confessa ter ficado um pouco desanimado ao longo do talent show. “Eu fiz cinco eliminação seguidas. Sinto muito as coisas e, embora eu seja tranquilo, não tem como. Eu estava vendo a minha vida aqui como um filme. Ou iria pra glória, ou para fora, não sairia disso.” Ele ainda explica que, em algum momento, sua autoestima ficou abalada: “Você entra aqui e se acha bom, mas logo vê que todo mundo é”.   

Na noite que marcou sua despedida, André tentou ao máximo não ser desorganizado ou fazer bagunça na cozinha. “Talvez eu tenha sido um pouco metido de achar que já sabia fazer comida gostosa e que poderia, então, priorizar os meus defeitos. Rolou uma pressão pelas circunstâncias de assistir aos outros, de ouvir o Jacquin criticando a minha bancada, a Ana Paula Padrão desesperada [com o empratamento nos últimos minutos]… eu não queria estar nesse lugar [de desespero] até o final”, justifica.  

Assista ao vídeo da eliminação: 


No fim, conseguiu fazer sua prova mais tranquila ao longo da temporada. Por isso, deixa o programa em paz. “Tirando o prato do Fogaça, que eu errei muito, em todas os outros fiz o melhor que pude e com as condições que tinha no momento. Estou saindo organicamente, por consequência não só do meu preparo de cozinha, mas também do meu preparo psicológico."  

Do MasterChef, André leva a vontade de empreender em algo que envolva gastronomia e, no coração, uma lista de amigos queridos. A torcida ficou para Raquel, mas ele garante que planeja seguir próximo de outros participantes para além da competição. Leva também a admiração pela chef Helena Rizzo, que amou conhecer de perto. “Virei fã. Espero que ela tenha gostado de mim também”, brinca. E tem como não gostar, André?


Saiba tudo o que rolou no 9º episódio do MasterChef  


Corrida contra o tempo 
 

Na primeira prova da noite, o MasterChef Brasil recebeu os pilotos Cacá Bueno e Nelson Piquet Júnior para uma disputa emocionante. Divididos em equipes, os participantes tiveram que testar habilidades específicas em 5 rounds culinários. Luiz, que venceu a prova do Baked Alaska no episódio anterior, teve a chance de liderar uma equipe e escolher outros dois capitães para os times adversários. Isabella e Kelyn foram as eleitas.  

Após provas de corte, emulsão, desossa, modelagem e filetagem, a equipe vermelha saiu campeã e garantiu lugar no mezanino para Luiz, Heitor, Helena, Raquel e Pedro. O time azul, de Kelyn, ficou em segundo lugar e a equipe amarela, liderada por Isabella, não marcou nenhum ponto. Ainda assim, as capitãs foram levadas ao andar mais alto da cozinha por Luiz, que ganhou o direito de salvar a dupla de líderes ou duas pessoas de cada time.  

Talentos culinários  

Helena Rizzo e os convidados também entraram na brincadeira e disputaram um round de chantilly. A chef terminou a receita coberta pelo doce, mas o primeiro a atingir o ponto certo da mistura foi Cacá Bueno, que virou o recipiente na cabeça e não deixou cair uma gota. Ponto para o piloto! 

O que resultou na eliminação? 

No desafio final, os cozinheiros amadores tiveram 1 hora de prova e 3 minutos de mercado para preparar o cuscuz perfeito. A receita foi livre, mas eles tiveram uma aula da chef Helena como inspiração. Márcio foi o vencedor, Ana Paula e Renato ganharam destaque positivo. Ao lado do trio, Daphne e Eduardo também foram ao mezanino por terem tido mais acertos do que erros. 

André, Amanda e José Sergio foram os piores da noite e, em decisão inédita, o mezanino escolheu salvar o pernambucano da berlinda. José Sergio foi ao mezanino, Amanda ganhou mais uma chance dos jurados e André foi eliminado. 

Veja fotos do episódio desta terça: