Masterchef

Quem é amigo de quem no MasterChef? Veja 4 relações para ficar de olho

Confinados e sem contato físico com familiares e amigos, os participantes da 8ª temporada criaram relações intensas durante as gravações do programa

Stefani Sousa 30/09/2021 • 18:09
Além de amigos, Luiz e Heitor cozinham bem em dupla e foram vencedores de prova no último episódio
Além de amigos, Luiz e Heitor cozinham bem em dupla e foram vencedores de prova no último episódio
Carlos Reinis/Band

Cada temporada do MasterChef mostra, além de muita gastronomia, relações que são formadas dentro da cozinha e levadas para fora dos estúdios. Embora o ambiente seja de competição, são as amizades que, de acordo com os participantes, deixam tudo mais leve e fácil.  

Neste ano, com o isolamento necessário para as gravações, não foi diferente. Convivendo juntos diariamente em um hotel, sem poder ter contato físico com a família ou com o mundo externo, tudo ficou ainda mais intenso. Abaixo, listamos 4 amizades que já renderam momentos interessantes no jogo. Os cozinheiros entregam também declarações e spoilers. Confira as entrevistas ao Band.com

Daphne e Raquel

O olhar sério da dupla na foto contradiz a cumplicidade das duas dentro e fora da cozinha. Sempre juntas, uma torce e vibra pela outra, mas nem sempre foi assim. Daphne conta que, na 1ª vez que elas se viram, ainda na fase das seletivas, não foi com a cara de Raquel. A baiana também achou a skatista introvertida e a amizade só foi acontecer tempos depois, já nas gravações.  

“O meu negócio com ela foi da gente compartilhar uma visão de vida muito parecida. Conseguimos conversar sobre tudo: cosmos, família, viagem”, diz Daphne. Já Raquel gosta de brincar com as diferenças que as uniram: “Ela detesta foto, não gosta de aparecer, é atleta, não curte regras... Eu sou ascendente em leão, zero problemas sendo o centro das conversas, gosto de todo mundo, me dou bem com as regras”.  

No fim do isolamento, as cozinheiras até completavam as frases uma da outra, tamanha sintonia. Além disso, o suporte emocional foi valioso. “A experiência é meio maluca e ter pessoas de apoio é crucial. Tenho muita sorte e acho que a Daphne sofre mais quando eu vou mal do que eu mesma”, conta Raquel. Daphne, por sua vez, é só declarações: “Foi muito legal poder construir uma relação pra vida com alguém que compartilha o gosto de cozinhar tanto quanto eu." 

Isabella e Helena  

Eliminada do MasterChef no último episódio, Helena deixou Isabella emocionada com sua despedida do jogo. Na competição, as amigas eram do tipo que davam broncas quando necessário e dicas sempre que possível. Não era incomum, por exemplo, que uma estivesse no mezanino dando conselhos gastronômicos para a outra, na prova de eliminação.  

“Ninguém imaginava criar relações tão intensas porque, antes de tudo, somos competidores", explica Helena. "É improvável. A gente mora muito longe, é de gerações distintas, com idades diferentes.”  Mas não é que deu certo? “A Isa foi fundamental na minha trajetória. Quando as coisas estavam muito ruis, a gente se ajudava. Não a via como concorrente, mas sim como alguém com quem eu podia trocar receitas, falar da vida pessoal, chorar e rir.” 

Já Isabella enxerga, nas semelhanças, o maior trunfo da dupla. “Somos muito parecidas, diretas, não temos dedos pra falar o que a gente pensa. A sinceridade nos uniu. Confio muito em quem me diz a verdade e isso temos em comum”, justifica. "Conseguimos separar totalmente a competição da amizade e foi bem legal. Sem ela, teria sido muito mais difícil.” 

Amanda e Kelyn 

 “Sabe cozinheira de mão cheia? É a Amanda”, publicou Kelyn no Instagram logo após a eliminação da amiga, no 12º episódio. Embora uma continue no jogo e a outra tenha ficado só na torcida, Kelyn e Amanda formaram uma amizade que marcou o início da 8ª temporada de MasterChef. As duas foram para várias provas de eliminação seguidas e compartilharam de sentimentos muito parecidos por não conseguirem destaque na competição. 

Quando Amanda saiu, Kelyn fez questão de prestar uma homenagem. “Falando de bastidores, pra mim, você foi a maior! Que coração, que generosidade em compartilhar tudo que sabe”, publicou a participante. Já Amanda foi pura emoção ao agradecer a mensagem: “Nossa amizade surgiu do meio mais inesperado e eu me alegrei genuinamente com suas conquistas. Fui vitoriosa com suas vitórias e senti suas angústias. Muito difícil achar uma troca tão pura dessa, e eu estou tendo a sorte de cultivar a nossa”. 

Pelas redes, é possível notar que a parceria segue firme. Por isso, não é difícil imaginar qual será a torcida de Kelyn na repescagem da próxima semana, né? Já Amanda,  caso não volte, quer ver a amiga no pódio. “Obrigado por todo seu apoio, carinho, paciência e perseverança. Minha força é toda para você agora.” 

Heitor e Luiz 

O sorriso fácil e a felicidade da foto entregam: Heitor e Luiz não só formaram uma bela amizade como também venceram prova juntos no MasterChef Brasil. A dupla foi responsável pela “feijoada dos moleques”, prato campeão da 1ª prova do último episódio. Mas eles garantem que a conexão vai além das panelas. “O Luiz é um cara da paz, simples e verdadeiro, também ama praia e futebol, assim como eu”, garante Heitor. 

Já o carioca conta que, desde que começaram a conversar, os dois nunca mais pararam. “Imaginei fazer amigos no programa, mas não desse jeito. Acho que, por causa do confinamento, as pessoas que estavam ali do nosso lado se tornaram família e o Heitor foi um irmão”, revela. O analista de sistemas concorda: “É sempre confortante ter um amigo por perto, ainda mais na tensão da cozinha”.  

Ele diz ainda que o carinho e respeito entre eles acabou refletindo na comida. Luiz agradece: “A gente se consola, se apoia [...] em nenhum momento o vi como um adversário, mas sim um aliado. Já é um dos prêmios que levo dessa experiência.”