Notícias

Luana Araújo: Orientação de suspensão de vacinas em adolescentes é uma lástima

Para infectologista, trata-se de “uma decisão absolutamente desconectada da realidade"

Da Redação, com BandNews FM 16/09/2021 • 17:10 - Atualizado em 16/09/2021 • 17:37
A infectologista Luana Araújo afirma que a nota informativa traz “inverdades” e “absurdos”
A infectologista Luana Araújo afirma que a nota informativa traz “inverdades” e “absurdos”
Jefferson Rudy/Agência Senado

A infectologista e epidemiologista Luana Araújo definiu a orientação do Ministério da Saúde de suspender a vacinação contra a Covid-19 em adolescentes sem comorbidades como “uma decisão absolutamente desconectada da realidade e uma lástima”.

Em entrevista coletiva, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que cerca de 1,5 mil pessoas apresentaram algum tipo de reação após a imunização, além de sete casos adversos graves e uma morte, que ainda não teve a causa comprovada

Para Luana Araújo, a existência de um evento adverso grave e, mesmo um óbito isolado, não modifica a positiva relação de risco-benefício vista até agora com a vacinação dos adolescentes.

A infectologista afirma que a nota informativa traz “inverdades” e “absurdos”.

Uma das justificativas listadas por Queiroga é de que a OMS (Organização Mundial da Saúde) contraindicaria a imunização na população pediátrica. Segundo Luana, isso é mentira.

  • Covid-19; vacina; coronavírus; Ministério da Saúde