Fernando Mitre

Mitre: remoção da “taxa das blusinhas” do “Mover” faz clima azedar com Lira

Fernando Mitre analisa a discussão do imposto sobre pequenas importações, cuja alíquota de 20% foi aprovada na Câmara, mas barrada no Senado

Por Fernando Mitre

Fernando Mitre

Começou a carreira em Minas Gerais, onde passou por vários jornais, como “Correio de Minas” e “Diário de Minas”. Em São Paulo, integrou a equipe que criou o Jornal da Tarde, de o “Estado de S Paulo”. Dez anos depois, virou diretor de redação, posto que ocupou mais tarde, em duas outras oportunidades. Depois, assumiu a direção nacional de Jornalismo da Rede Bandeirantes, cargo que ocupa até hoje. Nesse período, produziu mais de 30 debates eleitorais, entre eles o primeiro presidencial da história do país na TV, em 89. É comentarista político no Jornal da Noite e entrevistador do programa político Canal Livre. Entre os diversos prêmios que recebeu, estão o Grande Prêmio da APCA, o Grande Prêmio do Clube de Criação de SP e três prêmios Comunique-se de “melhor diretor do ano”, valendo o título de “Mestre em Jornalismo”.

A retirada desse jabuti, que é a taxação das blusinhas, do projeto “Mover” provocou reações do presidente da Câmara, Arthur Lira, e o clima azedou.

Lira cobrou o acordo feito com o governo, isto é, a matéria aprovada na Câmara deveria ficar assim no Senado, com a taxação de 20% das blusinhas junto, não retirada de lá pelo relator, como aconteceu e até teria surpreendido o governo.

O projeto Mover correria risco, agora, voltando para a Câmara? Lira sugeriu isso. O assunto acabou adiado para esta quarta-feira (5). Vamos ver. A articulação do governo, que já não é boa, está muito desfalcada neste exato momento. O ministro Haddad está no Vaticano. O vice Alckmin e o ministro Rui Costa estão na China. São três nomes importantes nos entendimentos em torno dessa matéria.

Com todo mundo aqui, já é difícil a articulação. Imagine com o time desfalcado. O que não poderia ser perdido de vista, além de acertar o caso das blusinhas, é que o projeto Mover, que incentiva a indústria automobilística, é e continua sendo importante para o país.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais